Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã
Depois
Depois

siga-nos   Facebook município de Vila Flor

partilhar  Partilhar Carrazeda de Ansiães

Apresentação Pública do Projeto da Praça da República

20180314 204847 1 980 640
02 Abril 2018

A Praça da República é um espaço cheio de História.

“Largo D. Carlos” foi o seu primeiro nome, por deliberação da Câmara Municipal de 16 de janeiro de 1896. Após a implantação da República, em reunião da Comissão Administrativa do Município de Vila Flor de 29 de Dezembro de 1910, tomou o nome de “Praça da República”.

Em 1949, durante o Estado Novo, por deliberação da Câmara Municipal de 12 de novembro, era então Presidente da Câmara o Padre Cassiano Fais, passou a denominar-se “Praça Dr. Trigo de Negreiros”.

Após o 25 de Abril, as placas foram substituídas. “Praça da República”, deveria ser o seu nome.

É esta Praça, situada no coração de Vila Flor, onde se destacam solares do séc. XVII/XVIII/XIX e alguns edifícios de estilo colonial, de uso residencial, comercial ou misto, palco de transformações históricas e socioculturais, que se pretende dignificada. Proporcionar a convivência, a integração e a sociabilidade a todos os vilaflorenses, é o seu objetivo primeiro.

No dia 14 de Março, pelas 20,30 horas, em Vila Flor, decorreu, no Auditório do Centro Cultural, a Apresentação Pública do Projeto de Qualificação Urbana da Praça da República, incluindo Redes de Infraestruturas, Mobilidade e Segurança.

O autor do projeto é o conceituado arquiteto Carvalho Araújo, que projeta a arquitetura, o design de produto e a direção criativa, nos seus ateliers de Braga e em São Paulo (Brasil).

Galardoado com vários prémios a nível nacional e internacional, Carvalho Araújo procura fazer uma intervenção mantendo vivas as memórias da Praça, respeitando a sua identidade, tornando este lugar aprazível para que as pessoas possam usufruir deste espaço de forma mais intensa e natural.
Com esta proposta de intervenção, o arquitecto Carvalho Araújo pretendeu, também, vincar a sua centralidade e torná-lo no ponto de partida na ligação entre os diversos locais de interesse ligados ao Património Religioso, cultural e produtos da terra. O Centro de Artes Graça Morais, O Museu Berta Cabral, a Igreja Matriz, o Centro Cultural, a Câmara Municipal e o Mercado, para além das Casas Senhoriais de referência em toda a zona Histórica da Vila são, apenas, alguns exemplos de espaços e locais de interesse que ganham dimensão e visibilidade e proporcionam a criação de condições para a dinamização económica.

De referir, também, a participação da Associação de Municípios da Terra Quente Transmontana cuja equipa técnica projectou todas as Infraestruturas necessárias ao funcionamento da Praça e que através do seu Diretor, Eng. Manuel Miranda, explanou os aspectos mais relevantes da intervenção.

A sessão, muito concorrida e participada, permitiu conhecer em detalhe a renovação proposta para um espaço de convivência e fruição dos residentes e de quem procura conhecer os encantos desta vila transmontana.

 

Apresentação

  • 20180314 204755 1 980 900
    20180314 204755 1 139 90
  • 20180314 210537 1 980 900
    20180314 210537 1 139 90

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso aos Serviços Online, Gestão de Newsletters entre outras funcionalidades.

Câmara Municipal de Vila Flor mais contactos »

Avenida Marechal Carmona
5360-303 Vila Flor

Telefone 278 510 100
Fax 278 512 380
E-mail geral@cm-vilaflor.pt

  • logótipo wc3
  • logótipo compete
  • logótipo gren
  • logótipo ue
  • impresa wiremaze