Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã
Depois
Depois

siga-nos   Facebook município de Vila Flor

partilhar  Partilhar Carrazeda de Ansiães

União de Freguesias de Valtorno e Mourão

Im009580 1 736 2500

Presidente: Alexandra Isabel Mesquita Araújo
Secretário: Dinis Pinto Ramos
Tesoureiro: José António Pinto dos Santos G. Correia

Valtorno

Orago: N.ª Sra. do Castanheiro
População: 364 hab.
Actividade Económica: Olivicultura, Vinicultura, Amêndoa, Pastorícia
Festas e Romarias: N.ª Sra. do Castanheiro – 8 Setembro e 2º Domingo Agosto, Espírito Santo – 7º Domingo depois da Páscoa, N.ª Sra. de Fátima – 3º Domingo Agosto
Património: Capela de N.ª Sra. do Castanheiro, Capela de N.ª Sra. do Rosário, Capela de Sto. Cristo, Capela de Sto. Apolinário, Capela de N.ª Sra. da Luz, Capela/Igreja do Santíssimo, Cruzeiro Barroco, Fonte de N.ª Sra. do Rosário, Fonte do Frade, Capela de N.ª Sra. de Fátima, no alto de Alagoa, Capela do Espírito Santo, em Alagoa, Cruzeiro da Sentinela, Ribeiro dos Moinhos, Moinhos de Água, Pisão, Miradouro de N. Sra. de Fátima, Fonte Arcada, medieval, Osseira (antiga aldeia medieval), Cabeço Murado, Marcos Medievais
Gastronomia: Borrego ou Cabrito Assados, Folar de carne pela Páscoa
Artesanato: ferraria, Calçado, Moleiro, Rendas, Queijo de Ovelha, Fumeiro
Aldeias Anexas: Alagoa

Cercada de altos montes e situada entre duas ribeiras afluentes da Vilariça, Valtorno encerra, em si, divergências quanto à origem do seu nome. Há quem afirme que o seu nome tem origem latina “Turnus” que significa em torno de uma nascente de água. Outros defendem que o nome tem a ver com uma torre medieval que terá existido e que teria servido, em tempos longínquos, para defesa dos povos cristãos quando atacados pelos mouros. Já Pinho Leal diz que não sabe por quem nem quando foi fundada nem de onde lhe vem o nome de Valtorno, porque, segundo este, esta freguesia está situada num serro e não num vale, mas está cercada por vales por isso significa “vales em torno de”.

O Património artístico religioso de Valtorno é muito e bastante interessante. Destaca-se a igreja paroquial dedicada a N.ª Sra. do Castanheiro, que possui no seu interior uma imagem do séc. XII da sua padroeira. Esta designação de padroeira deve-se ao facto de ter aparecido num castanheiro que se encontra atrás da igreja, uma imagem de Nossa Senhora. A “Cabeça Murada”, restos de uma muralha, constituiu também um óptimo miradouro pois avistam-se algumas vilas e aldeias. Próximo desta muralha estão os alicerces de um castelo.

Alagoa - A fazer fronteira com o Concelho de Carrazeda de Ansiães, Alagoa estende-se por uma leve encosta de uma elevação no cimo do qual está a Capela que faz parte do Santuário de Nossa Senhora de Fátima. Alagoa é também a aldeia mais alta do Concelho de Vila Flor, encontranso-se a 737 metros de altitude.

Mourão

Orago: Sta. Bárbara
População: 205 hab.
Actividade Económica: Vinicultura, Olivicultura, Horticultura e Pecuária
Festas e Romarias: S. João Baptista – 24 Junho, Nª. Sra. da Saúde e S. Ciríaco – 2º Sábado e Domingo de Agosto
Património: Igreja Matriz, Capela Sta. Bárbara, Capela S. Plácido, Santuário S. Ciríaco, Fonte Romana, Cruzeiros, Alminhas, Fonte de Mergulho, Fonte por Deus; Mourão Velho, Casarões de Mouros, Coreto e Estalagem, aldeia de S. Sampainho e Miradouro S. Ciríaco
Gastronomia: Borrego e Cabrito Assado, Folar e Folar Doce
Artesanato: Queijo de Ovelha, Fumeiro, Rendas e Bordados e Alfaiataria

A oeste do Concelho de Vila Flor e situada numa encosta defronte de Seixo de Manhoses, a freguesia de Mourão terá o seu nome ligado a algum mouro que ali venha vivido aquando das invasões Mouriscas. O povoamento desta aldeia é muito remoto, tendo ali sido encontrados muitos fragmentos de cerâmica romana.

Do património religioso da aldeia fazem parte a igreja de S. João Baptista que é também igreja Matriz. De arquitectura românica, com o passar dos anos sofreu algumas alterações. Possui um altar-mor em talha dourada do séc. XVII.

A capela de Sta. Bárbara possui uma imagem seiscentista da padroeira. Ao cimo do povo e de aspecto muito simples está o santuário de S. Ciríaco, palco de uma concorrida romaria todos os anos no dia da sua festa. Na aldeia de S. Sampainho (antiga aldeia medieval), podemos encontrar a capela de S. Plácido que foi reconstruída visto a ermida original ter sido destruída.

À entrada da povoação temos a fonte romana, e situada fora do povo a fonte por Deus, que o povo acredita que a sua água tem efeitos medicinais.
Mas o Mourão também tem as suas crenças e tradições populares, a esmola do menino e as esmolas de S. Sebastião.

Rua da Máquina 5360-237 Valtorno

936245043

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso aos Serviços Online, Gestão de Newsletters entre outras funcionalidades.

Câmara Municipal de Vila Flor mais contactos »

Avenida Marechal Carmona
5360-303 Vila Flor

Telefone 278 510 100
Fax 278 512 380
E-mail geral@cm-vilaflor.pt

  • logótipo wc3
  • logótipo compete
  • logótipo gren
  • logótipo ue
  • impresa wiremaze